sábado, 23 de novembro de 2013

"Eu estou completamente apaixonada por você e odeio isso", disse a ele.
"Mas por quê? Não é gostoso ficar assim? Não é bom?", me olhou sorrindo em azul.
"É...", suspirei. Em pausas.
Ele me sorriu encantado, encantando, todo lindo, com aquele jeito imponente e quase sonso que me falta habilidade interpretar.
"Mas é que também é difícil... se sentir vulnerável", completei com quase total falta de ar. "Você me destruiria se quisesse"

Elenita Rodrigues

0 comentários:

Postar um comentário